sábado, 12 de março de 2011

IMAGEM

NA DERRADEIRA CORRIDA PELA LIBERDADE
ATREVI-ME A VER EM  REFLEXO
O QUE TEMIA DIZER E PENSAR
OU MESMO VIVER.
LIVRE QUERIA SER
EM DERROCADA COM OLHARES SURPRESOS
JULGADORES DA DIGNIDADE MORALISTA.
QUADRADOS Espessos E SUAS MALEDISCENTES
VOZES, PREOCULPADAS COM O OUTRO.
PALAVRAS PODEM CORRER,
ASSIM O MEIO CORROSIVO
CORROMPE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá pessoal. Agradeço por ter estado no blog. Espero que tenha gostado...Deixe sua opinião.