terça-feira, 18 de janeiro de 2011

A Janela

Continua fechada, esperando que entre por aquele espaço,
Aberto
Os raios que iluminam lá fora.
A espera do rompimento contínuo
Daquela prerrogativa que
Aflige aquela janela.

                             Alisson Nogueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá pessoal. Agradeço por ter estado no blog. Espero que tenha gostado...Deixe sua opinião.